Passagens Aéreas 

Prazer, ahh o prazer. Aquela comida que você ama, o título conquistado pelo time de coração, um aumento salarial, o dia da formatura, uma promoção de passagens aéreas...é meu amigo, em tempos de crise, se deparar com essa frase é sinônimo de êxtase. Mas a maioria dos viajantes de plantão, estão em abstinência forçada deste prazer, isso ocorre porque está cada vez mais difícil encontrar bons preços de passagens aéreas. Isso me motivou a escrever esse post, com algumas dicas que poderão lhe ajudar a economizar na próxima viajem.        

Comprar passagens aéreas, é relativamente simples. É só entrar no site de uma companhia, escolher o destino e a data da viajem, e clicar em comprar. Viu como é fácil. Porém (a vida é cheia dos poréns), fazendo dessa forma, você estará se sujeitando a pagar o preço daquele momento, que provavelmente não será o mais barato para aquele voo. Claro, no caso de você fazer parte da minoria rica, isso não será um problema. Já a galera do "para cada real economizado 1 km a mais viajado", comprar passagens pelos menores preços faz toda a diferença. Mas essa tarefa é tão complexa, que poderia ser classificado como uma vertente da arte. 

Nos próximos parágrafos, vou tentar explicar de uma forma clara e simples, algumas das principais dúvidas a respeito do assunto. Prestem atenção!

Como as companhias aéreas calculam o preço das passagens? E porque os valores mudam quase de minuto a minuto?

Para a formulação dos preços, vários critérios são utilizados, como distância do voo, a concorrência das outras companhias, quantidades de assentos disponíveis e o mais importante a "demanda". E é exatamente a demanda que causa a grande e frequente oscilação dos preços. Programas de computador, utilizam algoritmos, para analisar o quão demandado está sendo as passagens de determinado voo, então a famosa lei da oferta e procura vai regir os valores.

E os preços podem variar absurdamente em um mesmo voo e mesma classe, tanto que haverá passageiros que pagaram até menos da metade do que o vizinho de poltrona. E a pergunta de um milhão de dólares é. Como ser o cara que se deu bem? Conhecimento e uma pitada de sorte.

O que devo fazer para conseguir comprar as passagens por um bom preço?

1° Tempo e paciência para entrar com frequência nos sites das companhias, esperando por um momento de queda dos preços, ou o lançamento de uma promoção.

2° Utilize buscadores, como Decolar.com, Skyscanner entre outros, a função deles é fazer o rastreamento de preços em todas as companhias e listar para você os resultados. E isso ajuda muito. Após a conclusão da pesquisa, entre no site da companhia para conferir os valores.

3° Tenha flexibilidade nas datas. Por exemplo, você pesquisou uma passagem para viajar no dia 20 de março, e o preço ficou R$ 500,00, mas no dia 25 de março a mesma passagem sai por   R$ 400,00, tendo flexibilidade você poderá adiar sua viagem uns dias e aproveitar o desconto.

4° Compre passagens de ida e volta. Normalmente passagens só de "ida" custam muito mais caro, chegando em alguns casos, a custar o mesmo preço que uma passagem com a volta inclusa.

5° Verifique se a aeroportos alternativos próximo ao seu destino, pois existe a possibilidade de os voos para o mesmo estarem mais barato.

6° Compra de passagens multidestinos devem ser muito bem analisadas, apesar de ser muito cômodo viajar desta maneira, os preços tendem a ser mais altos. Por isso preste atenção, normalmente este tipo de compra, é vantajosa apenas quando você vai precisar de deslocar muito da cidade de chegada.

7° Preste atenção nas taxas. Muitas vezes os preços iniciais são atrativos, mas após acrescentar as despesas extras se tornam ruins. Principalmente em voos internacionais, onde as taxas são bem mais caras.

8° Evite viajar nas altas temporadas ou em datas comemorativas. Pois a demanda de passagens nesses períodos cresce muito e os preços também.

9° Não deixe para comprar as passagens em cima da hora, e não as compre com muito tempo de antecedência. Existe um mito que comprando com meses de antecedência os preços são mais baratos, mas essa lógica não é verdadeira, em alguns casos você pode pagar até mais caro do que quem deixou para comprar nos últimos dias.

10° Um prazo médio, indicado para a compra das passagens na baixa temporada seria: Voos nacionais de 25 a 40 dias e voos internacionais de 30 a 60 dias. Para altas temporadas a antecedência deve ser maior, podendo até dobrar.

Obs: Preste atenção também na duração do voo, para não correr o risco de passar o aniversário dentro do avião. Pois a situações em que para percorrer o mesmo trecho, a diferença pode chegar a ser 4 vezes maior, devido a escalas e conexões.

E para finalizar, lembre-se. A compra de passagens aéreas não é uma ciência exata, então acalma o coração e sinta a emoção!